Campo Grande-MS, 18 de Novembro de 2018.

Imprimir Página    Aumentar fonte do texto Diminuir a fonte do texto
Notícias

Atletas de Mato Grosso do Sul miram pódio na Volta das Nações

02/10/2010

Campo Grande (MS)  - Os quenianos são, como sempre, favoritos para conquistar  as primeiras colocações na Volta da Nações, que acontece no próximo dia 10 de outubro em Campo Grande. Ano passado, na Elite da prova de 21 km, ficaram com os dois primeiros lugares, com Martin Haway Sulle e Joshua Kiprugut Kemei. O melhor brasileiro foi Raimundo Nonato de Souza, em terceiro. Porém, nas categorias, os brasileiros são candidatos fortes ao título, e até mesmo sul-mato-grossenses sonham (por que não?) em monopolizar o pódio da prova.

“Estou me preparando bastante para a Meia-maratona e estou confiante em não deixar o pódio da faixa-etária de 55 a 59 anos ir para outro Estado, e sim ficar com nós sul-mato-grossenses”, garante o ladarense Martins Soares de Oliveira. “Que o título geral vá para os africanos, mas que nós dominemos as faixas-etárias”, acrescenta.

O desejo de Martins é movido pelos resultados dos atletas este ano. Na 4ª Meia Maratona das Cataratas 2010, realizada no dia 16 de maio, em Foz do Iguaçu (PR), o pódio da categoria 55 a 59 anos foi todo sul-mato-grossense: Manoel Olavo em primeiro, Martins em segundo e Paulo Donato em terceiro.

Ano passado, na Volta das Nações, a categoria teve três sul-mato-grossenses entre os cinco primeiros: Manoel Olavo ficou em primeiro, Messias Carneiro em terceiro e Paulo Donato em quinto. Para este ano, a meta, segundo Martins, é dominar por completo o pódio.

“Temos tudo para brilhar novamente. Se fizermos jogo de equipe, podemos ter um pódio só com atletas do Estado. Vamos fazer essa juventude ver que os veteranos têm garra e amor pelo que faz”, afirma o atleta, que em 2009 disputou a prova na faixa-etária 50 a 54 anos.

Ladarense está de olho nas ‘feras’ paranaenses e paulistas

Para Martins, atleta conhecido no Estado e que percorre o Brasil disputando provas de longa distância, os principais adversários dos sul-mato-grossenses são os atletas do Paraná e de São Paulo. Segundo ele, como Mato Grosso do Sul não tem muitas provas, os ‘rivais’ estão melhor preparados.

“Nossa preocupação são com os atletas veteranos de São Paulo e Paraná. Eles são feras porque tem muitas provas lá, e aqui não temos. Por isso não temos ritmo”, finaliza.

Fonte: Esporte Ágil

Enviar para um amigo compartilhe

Comentários (0):

deixe seu comentário:

A SportsEventos não se responsabiliza pelo conteúdo de nenhum comentário, o qual não é revisado. Todavia, havendo necessidade, a SportsEventos reserva-se o direito de reprovar, eliminar ou alterar comentários em desacordo com o propósito do site.

Nome *

E-mail * (não será publicado)

Mensagem *

Informe o código de segurança que está na imagem

Não consegue ler a imagem? Clique aqui

Voltar para página anterior      ir ao topo do site
Facebook Sportseventos
YouTube - Assista aos vídeos Facebook - Torne-se Fã!
Copyright (c) 2009 - Todos os direitos reservados - By Agênciatec